Certamente, se você já viu um filme com piratas, deve ter reparado que eles costumam morder as moedas para saber se elas são ou não de ouro. Da mesma forma os atletas fazem o mesmo gesto para simbolizar o teste do ouro de suas medalhas. Mas, se você tem alguma joia, sabe como testar o ouro delas sem precisar estragar seus dentes ou a peça?

Atleta morde a medalha de ouro para testar a veracidade desse metal dessa maneira.
O gesto de morder a medalha de ouro veio da possibilidade de se testar a veracidade desse metal dessa maneira.

Sem dúvida, quando compramos ou ganhamos uma aliança, queremos que ela seja, realmente, de ouro. Portanto, caso você esteja na dúvida, antes de levar a peça para um joalheiro, pode fazer alguns testes caseiros. Com estes testes é possível ter uma ideia se a sua aliança é ou não de ouro.

Para saber como testar em casa se a sua aliança é de ouro, siga nos acompanhando. Vamos te mostrar alguns testes bem simples para fazer antes de levar a joia para uma avaliação profissional.

Entenda que a aliança nunca será 100% de ouro

Por mais que seja nosso desejo ter uma aliança feita somente com ouro, saiba que é muito difícil de isso acontecer.

Isso porque o ouro puro é muito maleável e uma joia feita somente com esse material fica frágil e danifica com pequenos gestos, como o do pirata que ao morder já amassa a moeda e sabe que se trata de ouro puro.

Portanto, para resolver o problema da maleabilidade, as alianças de ouro com maior qualidade possuem 75% de pureza. Em outras palavras significa que tem 18 quilates (K).

Ou seja, para cada quatro partes de peso, três são de ouro. E, o restante, é composto por uma liga metálica feita, principalmente, de prata e cobre.

Ourives fundindo metais para criar uma aliança
Ourives fundindo metais para criar uma aliança

Ao comprar uma aliança para momentos especiais, sempre fique atento às indicações de que a peça é realmente de ouro e exija um certificado de autenticidade.

Além disso, se você tem dúvida sobre a sua aliança, faça alguns testes caseiros:

Como testar o ouro da aliança em casa

Antes de mais nada, se você for comprar alguma aliança, lembre-se sempre de procurar por lojas que realmente atendam ao seu interesse e que sejam confiáveis.

Só para ilustrar, a Altar é uma marca em que você pode personalizar as alianças exatamente como deseja. Desse modo, não fica à mercê dos modelos prontos que estão disponíveis nas joalherias convencionais.

Além disso, a marca garante a qualidade em cada peça que produz.

Mas, se você já possui uma aliança ou outra jóia, saiba que tem como testar o ouro delas em casa.

Assim sendo veja algumas maneiras simples de fazer isso:

● No interior da peça: em primeiro lugar verifique se em alguma parte da peça há uma indicação dos quilates de sua aliança. Em suma, no interior das alianças vem gravada a marca de 18K.

● Com ímã forte: uma peça de ouro terá pouca ou nenhuma atração pelo imã pois estes atraem metais ferrosos, o que não é o caso do ouro. Desse modo, se você aproximar o imã de sua aliança e ela não se mexer, então é de ouro.

Imã puxando moedas que não são de ouro
Se o imã puxar o meta, ouro não é

● Com uma cerâmica ou porcelana: use a parte áspera de um prato de porcelana para testar sua joia. Para tal, basta esfregar a joia na parte mais áspera de seu prato, se ficar preto a peça não é de ouro, mas se ficar dourada, sim. Só tenha cuidado para não danificar sua aliança.

Testes um pouco mais complexos

Alguns testes demandam um pouco mais de tempo e até habilidade. Vamos te dar dois exemplos:

O primeiro teste envolve vinagre. Teste o ouro da aliança mergulhando a peça no vinagre.

Se a peça perder a cor ela não possui a pureza ideal de ouro. Mas, se ela for realmente de ouro, ficará intacta.

Só tome cuidado pois esta técnica pode danificar a sua jóia caso ela seja apenas folheada a ouro.

A segunda técnica é a da densidade. Para fazer ela, você precisa de uma balança que registra pelo menos uma casa decimal.

Use a balança para pesar a aliança e anote o valor. Depois, pegue um copo com água e coloque a aliança dentro.

Em seguida, pese o conteúdo do copo já com a aliança e aperte a função tara da sua balança.

Por fim, retire o anel e veja o valor que a balança registrou. Este valor deve ser um pouco menor do que aquele que você anotou para o anel antes.

Só para ilustrar: imagine que seu anel, fora da água, teve um peso de 6g e, dentro da água, o peso foi de 5,6g.

Depois que você registrou esse último valor, faça uma conta simples: divida o peso inicial da peça pela diferença que encontrou no segundo momento. Assim você terá a densidade da mesma e, por consequência, sabe também a pureza dela.

Para saber essa informação de pureza x densidade, compare o seu resultado com os números que trouxemos abaixo:

● Com 14K – há entre 12.9 e 14.6 g/ml

● 18K – entre 14.7 e 16.4 g/ml

● 22K – entre 17.6 e 18,5 g/ml

● 24K – aproximadamente 19.3 g/ml

Como testar o ouro da aliança com um profissional

Por fim, a última dica de como testar o ouro da aliança é procurar a ajuda de um profissional.

Um joalheiro tem o olhar treinado para identificar a pureza de sua aliança.

Ourives analisando a aliança
Ourives analisando a aliança

Além disso, ele pode usar alguns outros testes que te darão a certeza da qualidade ou não de sua joia.

Por isso, sempre confie na avaliação de um profissional para dar o veredito sobre alguma aliança que você queira ou já tenha.

Deixe uma resposta