Você já deve ter assistido algum filme ou seriado em que um dos personagens, geralmente o homem, perde a aliança, certo? Uma série de acontecimentos levam à perda do acessório e a posterior complicação em casa… mas isso não é só ficção. Existem casos, reais, de gente que perdeu a aliança. Seja por azar, por obra do destino, por descuido ou por qualquer outra situação caótica que possa ter acontecido (por mais improvável que ela seja), a pessoa perdeu a prova de amor e fidelidade. E agora, para se prevenir ou te ajudar caso seja sua situação atual, vou falar o que fazer se perdi a aliança.

Noivo colocando a aliança em sua mulher.
Noivo colocando a aliança em sua mulher.

Para te ajudar a visualizar toda essa história, nós vamos te contar um caso verídico que aconteceu há alguns anos. Um agricultor, que havia se casado recentemente, perdeu a aliança enquanto trabalhava no campo. Ao chegar em casa, sua esposa o questionou e ele explicou o que havia acontecido, mas isso não faria diferença… Afinal, o campo era muito grande e não existia a possibilidade de encontrarem o anel. No entanto, anos mais tarde, o anel foi encontrado. Não pelo casal, mas sim pelo novo dono das terras. Apesar dos muitos anos que se passaram, a gravação na aliança ainda estava intacta, o que deixou o casal muito feliz.

Ainda que o final dessa história tenha sido surpreendente, o intervalo de tempo entre a perda e o achado pode ter sido menor se o agricultor tivesse seguido algumas das dicas que separamos para você!

  1. Confie na sua memória. A ciência já provou que o nosso cérebro tem um modo de busca, sendo capaz de se super concentrar numa tarefa afim de encontrar uma solução (nesse caso, encontrar uma aliança). Na prática, é preciso que você percorra, mentalmente, todo o caminho feito ao longo do seu dia, tentando identificar os prováveis momentos em que pode ter ocorrido a perda.
  2. Procure no achados e perdidos. Se você percorreu todo o caminho, verificou bolsos e gavetas, e ainda assim não encontrou, é hora de procurar nos achados e perdidos (caso você tenha saído de casa no dia fatídico).
  3. Publique nas redes sociais. Use a tecnologia e o alcance das redes a seu favor! De acordo com última pesquisa publicada pelo Hootsuite, a internet tem 4,8 bilhões de usuários. A transmissão de informação nesse meio é gigantesca e isso pode te ajudar a encontrar QUALQUER COISA.
  4. Faça um pedido ao Santo Antônio. O santo é sempre uma boa opção quando perdemos alguma coisa, não é?
  5. Compre suas alianças na Altar e não passe por essa dor de cabeça. Na Altar, essa situação jamais seria uma problema para você. Isso porque, ao criar o seu modelo de aliança, ele será automaticamente salvo, ficando prontinho para ser confeccionado de novo. Super prático, não é? Se for investir em alianças, pense em Altar!
Par de alianças em ouro amarelo, criado pela Altar. Uma das alianças tem brilhantes cravados por toda ela. Modelo exclusivo.
Par de alianças em ouro amarelo criado pela Altar. Modelo exclusivo.

Deixe uma resposta